Processo Galvanoplastia de Níquel

    Processo Galvanoplastia de Níquel

    banho industrial empresa galvanoplastia

    banho industrial empresa galvanoplastia

    O Processo de galvanoplastia para niquelação

    Todos os processos de niquelação mostram alguns aspectos fundamentais e em comum permita-se por certas leis da natureza que determinam a quantidade de níquel depositado a espessura da camada e sua respectiva distribuição.

    Niquelação consiste no depósito de películas de níquel sobre um substrato.

    O processo converte o minério de níquel do anodo em Íons de níquel que penetram o banho de galvanoplastia. Os íons descarrega no cátodo (o objeto será vestido), e produz uma camada de níquel metálico na superfície.

    A deposição de Íons de lítio não é a única reação possível, de fato uma pequena porcentagem da corrente é dissipada pela disposição de íons de hidrogênio.

    Reduzindo o depósito de níquel em aproximadamente 3 A 7% por cento que potencialmente poderia ser 100% se toda a corrente fosse direcionada para depositar os átomos de níquel.

    O hidrogênio depositado forma bolhas de gás de hidrogênio na superfície do cátodo. Se a concentração de íons de hidrogênio estiver muito alta no banho a medida de PH está abaixo de mais, o grau de evolução do hidrogênio aumenta e o depósito de níquel diminui.

    Em condições normais o rendimento da dissolução do níquel do anodo é 100% e íons de hidroxila não são depositados. No entanto, caso a medida de pH por por alta, é possível que ocorra o depósito de íons de hidroxila em vez da dissolução de níquel, e assim, será produzido o oxigênio.

    O ano de níquel torna-se passivo e a dissolução é interrompida, portanto o banho eletrolítico estará com quantidade baixa de íons de níquel. Certas formas de anodos de níquel resistem a passivação e suprem o banho com Íons de níquel dentro de uma faixa Ampla de condições de galvanoplastia.

    Estimando a espessura do revestimento de níquel

    A quantidade de níquel que pode ser depositado a qualquer momento determinado é regida pelas leis da natureza. A quantidade é determinada pelo produto da corrente Ampère e o tempo em horas. Nas condições ideais o fluxo de 1 Ampère por 1h (uma hora) depositado 1,095g de níquel a 100% de rendimento do cátodo.

    Utilizando o peso do depósito é possível estimar a medida média da camada quando é conhecido o tamanho da área a ser revestida. Por exemplo, se 1,095g de níquel são depositados um decímetro quadrado da área, a espessura do depósito será 12,29 micrômetros. A espessura média é igual ao peso do níquel dividido pelo produto da área e a densidade do Níquel.

    É fundamental usar unidades constantes. A densidade do Níquel é de 8,907 G/cm3.

    Como uma porcentagem pequena da corrente é dissipada pelo cátodo que descarrega Íons de hidrogênio, o rendimento da deposição do Níquel é menor do que 100%. É necessário levar isso em consideração ao estimar o peso e espessura do depósito de níquel em condições reais de galvanoplastia.

    A distribuição da corrente não é uniforme sobre peças com formas diferentes. A área que está mais distante do anodo receber a parte Menor da corrente disponível do que a que recebe a área saliente que está mais próxima do anodo.

    O gráfico apresenta os resultados referentes a deposição de níquel com 95,5% de rendimento do cátodo, no qual é discriminado a espessura do revestimento, o peso por unidade da área, a densidade da corrente e a duração do processo de niquelação.

    Distribuição da corrente e da espessura

    A relação entre a distribuição da corrente e da espessura é outro fator básico fundamental. É desejável aplicar uma camada de níquel uniforme em todas as superfícies importantes para que possa estimar a vida do produto e satisfazer as especificações niquelação que exigem espessura da camada mínimo em certas áreas da superfície.

    Em um banho ideal, o Níquel do anodo se transfere para o cátodo de tal maneira que todas as partes do cátodo receberão uma camada idêntico, uniforme. Porém, isso raramente acontece.

    Todo banho contém resistência elétrica e quase todas as peças a serem revestidas tem partes e ou pontas que ficam mais perto do anodo do que as distantes. O fluxo da corrente do anodo para a ponta é maior do que o fluxo nas partes distantes.

    A densidade da corrente em ampères por decímetro quadrado é maior nas pontas porque a distância anodo-cátodo é menor, portanto apresenta menor resistência do que nas partes distantes. A divisão da corrente do banho dessa forma é denominada “distribuição da corrente” fatalmente Isso significa que a camada nas áreas distantes é menor do que nas pontas.


    Se gostou deste post deixe seu comentário ou se ficou alguma dúvida terei grande prazer em ajudar e responder, para contato e cotações de matérias é só enviar um e-mail ou entrar em contato por chat, mais informações em contatos Augusto Representações.

    NETO
    NETO
    Representante comercial de matérias não ferrosos para Galvanoplastia e fundição, atuando a mais de 10 anos no mercado tem uma ampla experiencia e expertise para atuar no mercado.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    ×